terça-feira, 12 de agosto de 2014



OH... MY CAPTAIN!



ROBIN, O HERÓI DO SORRISO

De Carloz Torres

“Mais de 350 milhões de pessoas têm depressão, diz OMS - Estudo realizado pela Organização Mundial da Saúde mostra que aproximadamente 5% da população sofreu com a depressão no último ano”
“Mapa da depressão: Brasil é o país com mais casos no mundo”

 Por que a depressão passou a ser uma das doenças mais temíveis do planeta? O que pode acarretar à saúde da pessoa que sofre disto? São inúmeras as faces da depressão no mundo. Talvez quem esteja lendo agora estes mal escritos, seja um grande depressivo e nem saiba...

Ontem tivemos mais uma notícia triste que abalou o mundo. Um homem das artes cênicas morreu deprimido, triste, sozinho... O ator da arte do sorriso, Robin Willians. Sua carreira foi gloriosa por muitos anos, desde que começou no teatro. Iniciou como um comediante de stand up engraçadíssimo. Imitador de fazer qualquer homem de mau humor rolar no chão de rir. Robin e o palco eram a alegria, a vida, a fusão de um sucesso estrondoso. Veio fama pela TV com personagens lendários, até explodir no cinema. Daí a carreira alçou voos mais altos. Filmes de grandes bilheterias, estúdios felizes com lucros, entrevistas, amigos, histórias, prêmios e aquele homem bonachão, de sorriso simples e olhos ingênuos, poucos sabiam, sofria muito. Conquistou diretores, produtores, atrizes, muito dinheiro... E como um bom homem ajudou muito as instituições de caridade. Muitas... Seu encontro com as drogas e o alcoolismo deram trabalho e perdas nos relacionamentos pessoais. Até ser encontrado morto, Robin foi convidado para muitas apresentações, até mesmo aos soldados americanos no Iraque e no Afeganistão. Mas acho que esse capítulo se esgotou... O que pode levar a pessoa a ser depressiva, por que um homem que alegrou a tantos pelo mundo morreu triste e desconsolado? Nem sempre é possível existir clareza sobre quais acontecimentos da vida levam uma pessoa a ficar deprimida. Culpar drogas, momentos traumáticos são às vezes irrelevantes.

A depressão é causa ainda hoje de muito preconceito, inclusive dos que estão doentes. Motivo de chacota, pessoas de quase ou nenhuma informação não acreditam que ela pode inclusive paralisar uma pessoa, ou motivar agressividade.

Do meu ponto de vista a depressão é fruto de uma sociedade competitiva, doentia, consumista e egocêntrica. Normalmente para pessoas públicas é muito mais complicado. Cada ato falho na vida é muito mais cobrado. Enquanto vivermos de forma que existam vencedores e perdedores, onde a qualquer custo devemos atingir o status de “bem sucedidos”, muitos depressivos virão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você pode comentar...