sábado, 19 de julho de 2014



"NADA PODE NOS DETER PORQUE SOMOS FEITOS DE ESTRELAS"

Carloz Torres


Sou poeira das estrelas,
Partícula quântica do absurdo,
Um astro decaído do firmamento...
Neste segundo, e em cada momento,
Minha essência é o universo
Por onde se expandem 
As infinitas ondas
Do nosso pensamento!


Rodrigo Petit



SAL DA TERRA


Somos todos poeira do vento, sal da terra, células que se movimentam, interagem, se refazem, se completam, se transfiguram. Entre o ser ideal que idealizamos e a pessoa real que está a nossa frente, há uma fresta por onde podemos tocar e agir, interferir, ajudar na construção de um novo Eu, que muito podemos amar! Quando aceitamos as pessoas simplesmente como são, sem interferir, sem iluminar com nossa presença, sem questionar, sem tentar a reflexão para a mudança... Não estamos cumprindo com nosso papel aqui na Terra. Há de se ocupar com o Outro! Há de se pensar e agir pelo Outro! Há de se acreditar e sonhar! A grande utopia de ensinar e aprender a viver melhor entre nós e nossos semelhantes, sejam eles, humanos, animais, vegetais... Ou seja nossa morada: o Planeta Terra!
 Liz Rabello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você pode comentar...