quarta-feira, 19 de março de 2014


SOB O VÉU DA CORTINA

Nesta rua virtual
Os caminhos se cruzam
Palavras se trocam
Fotos se mostram
Corações disparam
Beijos jogados ao vento
Juras de amor eterno
De amor loucura
De amor delírio
 Insanidades!

Telinha embaçada...
Horas raiam na luz contínua
Brilha novo caminho
Passos na escada
Rastros na esquina
Folhas amassadas
Flores estilhaçadas...

Caminhos...
A gente se encontra,
A gente se perde...
Os caminhos continuam...

Liz Rabello in POR DETRÁS DA CORTINA,  Beco dos Poetas, 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você pode comentar...