segunda-feira, 24 de março de 2014


PERDIDA NO VAZIO DAS HORAS... RASGO FOTOS MINHAS...

 QUEIMO FANTASIAS... CHORO A SOLIDÃO!

Perdida no vazio das horas
Angústia de quem ama em vão
Cristais de sangue estilhaçados

rosas murchas em solidão!

Meu coração se fez em mil pedaços

E em cada corte se transmuta inteiro

porque você rasga os nós dos laços
costura estrelas, brilhas nos espaços!

Liz Rabello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você pode comentar...